12 de out de 2007

Amanhã...


O amanhã o levará embora
O medo de hoje
Ele desaparecerá
Em nossas canções mágicas
Há apenas uma canção
Que resta em minha mente
Contos de um homem corajoso
Que viveu longe daqui
Agora as canções do bardo terminaram
E é hora de partir
Ninguém deve perguntar-lhe
Pelo nome daquele
Que conta a história
O amanhã nos levará embora
Longe do lar
Ninguém jamais saberá o nosso nome
Mas as canções do bardo permanecerão.

Nenhum comentário: